November 21, 2017

Please reload

Posts Recentes

A crise mundial sob o ponto de vista Hieráquico

September 12, 2017

 

 

“Um outro Festival de WESAK está bem próximo quando vocês receberem esta comunicação. Sua urgência iminência e finalidade levam-me novamente a tentar despertar aqueles que a recebem para a oportunidade presente e para a urgência espiritual deste elevado momento nos assuntos humanos. Os três (3) períodos de Lua Cheia de abril, maio e junho são os mais significativos e determinantes e do que acontecer nas próximas semanas enquanto o sol se estiver movendo para o Norte,  muita coisa dependerá.

Nesta comunicação, eu gostaria de fazer duas coisas. Primeiro que tudo, dar-lhes uma  ideia melhor como a Hierarquia espiritual deste planeta vê a presente crise mundial, e  segundo, indicar-lhes certas importantes eventualidades que dependem de três coisa:

  1. Uma possível intervenção divina que pode ser provocada pela aspiração das pessoas de mentalidade correta, aliada ao uso inteligente e constante da Grande Invocação, agora sendo usada por milhares de aspirantes mundiais em todos os países;
     

  2. O surgimento de certas e claras linhas de demarcação entre as atividades das Forças da Luz e as forças da agressão materialista;
     

  3. O lugar que o pensamento claro, o discurso sábio e a habilidade na ação devem representar na atitude dos discípulos mundiais e homens e mulheres de boa vontade em toda parte.
     

Tentarei falar com razoável brevidade e clareza e o farei totalmente livre daquilo que vocês chamam preconceito. Falo em termos de humanidade – sem distinção de raça, cor ou nação; não tenho pontos de vista políticos particulares, porque sei que todas as teorias potenciais, ideologias e governo são estados e condições temporárias,  controlando grupos diferentes de seres humanos no seu caminho de estado humano  para o divino. Este é o ponto de vista ignorado por muitos de vocês que – temporariamente e muitas vezes, fanaticamente – pertencem a um ou outro destes efêmeros estados de mente e passageiras atitudes humanas. Eu não tenho preferências religiosas, sabendo como sei, que todos os caminhos levam a Deus e que o sentido da divindade é tão dominante e inerente no coração humano que nada, em tempo algum, pode aniquila-lo; a vida, a experiência, o sofrimento, a dor e a instintiva  orientação humana conduzirão todos os homens finalmente de volta para a Luz de Deus Por isso, eu posso realmente amar todos os homens, independente de nacionalidade  e ideias atuais, tanto quanto amo aqueles com quem estou associado.  Olhando a tela do tempo com uma visão que alcança o futuro e inclui o passado – pois  esta é a prerrogativa de todos os discípulos mundiais treinados – eu sei que os acontecimentos presentes desempenharão oportuna-mente seu papel, darão lugar a outros no devido tempo, e que – quando os processos imediatos de reajustamento nos valores humanos; nos objetivos espirituais e esquemas políticos, orientação religiosa e sínteses territoriais forem completadas – o mundo se acomodará novamente aos processos de viver diário. A oportunidade e situação imediatas em que nos encontramos provará ter sido dinamicamente útil ou (e esta é uma triste possibilidade) negativamente fútil.

 

(...) Pairando hoje dentro da aura do nosso planeta há certas grandes Forças e Entidades Espirituais, aguardando a oportunidade de participar ativamente no trabalho de redenção mundial, reajustamento e reconstrução.  Sua presença é sentida às vezes  pelas pessoas de mente espiritual do mundo, e Sua realidade é reconhecida pelos místicos e ocultistas em todos os países.

 

(...) Há, todavia, uma lacuna ou hiato no plano mental, pois as mentes dos homens não estão funcionando corretamente. Os discípulos e aspirantes do mundo não estão pensando com clareza, nem trabalhando em unidade. Eles estão evitando os assuntos ou pensando separativamente, nacionalmente ou fanaticamente; eles não estão  convencidos da potência da invocação ou da prece; eles não conseguem  compreender  que é possível trabalhar ardentemente por aquelas condições que conduzirão à paz, e,  ainda assim, lutar simultaneamente para que essas condições se tornem exequíveis;  eles não conseguem amar todos os homens, sem exceção, no seu anseio de ver triunfar suas próprias lealdades; eles trabalham duvidando, desejando o melhor, mas acreditando no pior.

(...) O problema pode ser exposto muito simplesmente. Ou a Hierarquia espiritual existe, com  suas potências  de amor, sabedoria e habilidade na ação, ou  há milênios a humanidade tem sofrido de alucinações; ou o Cristo e Seu grupo de Mestres, iniciados e discípulos, são fatos nos  processos naturais da evolução, historicamente provados e conhecidos através de Suas atividades espirituais ao longo das eras, ou os homens têm sido vítimas, durante essas eras, de uma gigantesca fraude – emanando de quê e de onde?

Será que a história da Páscoa e do Cristo vivo não são verdadeiras, e não será possível que o Cristo ascencionado expresse Seu poder na terra através de Seus instrumentos escolhidos? Não existe fundamento para o mito do retorno anual do Buda mantendo aberta a porta entre Shambala e a Hierarquia, de modo que, quando necessário, a intervenção seja possível através dessa porta aberta? Será impossível que, quando a humanidade acordar para o fato desta mediação e puder então valer-se desta linha reta da subida e descida através das portas mantidas abertas pelo Buda e Cristo, algum acontecimento pode  estar iminente e repentinamente ter lugar?

(...) Estudem cuidadosamente e respondam com sinceridade e para sua própria total satisfação, as questões antes apresentadas nesta comunicação. Quando tiverem feito isto, saberão onde vocês estão situados.

Durante toda a semana anterior à Lua Cheia de maio e à Lua Cheia de Junho, esforcem-se para fazer o seguinte:

  1. Unam-se com todos os discípulos, aspirantes e homens e mulheres de boa vontade em todo mundo e em todas as nações, usando a imaginação criativa;

  2. Eliminem de sua consciência toda negatividade, vendo-se enfileirados ao lado das Forças da Luz; vocês, portanto não estão  neutros em pensamento. Cuidem para que quando entrarem em ação correta no conflito contra as forças do materialismo, ainda assim mantenham sempre um espírito de amor para com todos os indivíduos que foram arrastados para o vórtice de sua potência;

  3. Ao meditar e invocar as Forças da Luz, esforcem-se por esquecer inteiramente todas as suas dificuldades;

  4. Preparem-se, assim para o trabalho das duas Luas Cheias, mantendo claro na mente o objetivo e submetendo-se a uma temporária adequada disciplina.

Durante os dois dias anteriores à Lua Cheia, no dia mesmo da Lua Cheia e nos dois dias seguintes (cinco dias) ao amanhecer, ao meio dia, às cinco da tarde e ao anoitecer, além da hora exata da Lua Cheia em sua própria terra, procurem dizer a Grande Invocação com a intenção de invocar,  precipitar e ancorar na manifestação externa as  Potências que esperam.  Faça isso em voz alta e se possível, em formação grupal.

Muitas pessoas no mundo todo, estão há anos sendo treinados para reconhecer duas coisas. Primeiro, a importância do Festival de Wesak na época da Lua Cheia de maio, porque ele não apenas objetivamente liga a maior religião do oriental à maior fé ocidental,  mas porque esotericamente, ele á a chave que abre a porta entre Shambala e a Hierarquia, entre o Propósito de Deus (ainda não identificado pelo homem)  e o método de Deus, que é amor; ele é também o elo entre Buda temporariamente incorporando a vontade-sabedoria e o Cristo, incorporando o amor-sabedoria e também entre a humanidade focalizada na consciência através do Cristo e a Hierarquia, focalizada na consciência através do Buda. Segundo, vocês têm sido treinados na crença de que toda a informação  que eu tenho dado sobre a relação do Buda e do Cristo, e da Hierarquia, Humanidade e Shambala, formarão formarão parte da vindoura religião mundial e que o tema das Grandes Aproximações constituirá o fundamento básico do futuro ensinamento espiritual. Isto também devem ter em mente, pois o trabalho que lhes é pedido fazer nas próximas duas Luas Cheias e durante as luas cheias menos importantes do ano, não está apenas relacionado  com a presente emergência, mas está também construtivamente relacionado com a futura fé da humanidade. Tenham isto também em mente.

Vocês observarão que o que eu disse relaciona-se às suas atitudes mentais e reações emocionais quanto aos presentes assuntos mundiais.  Relaciona-se também à tensão de sua alma e à sua capacidade para permanecer como parte de uma grande cadeia de intermediários que estão sendo hoje chamados ao serviço da raça numa hora de urgência.  Relaciona-se à organização de si mesmo como uma personalidade integrada em relação à sua alma e a humanidade; envolve o reconhecimento do trabalho que você pode fazer sob o ponto de vista da integração.”

Livro Exteriorização da Hierarquia 212/228) Alice A. Bailey

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

nucleocristalbsb@gmail.com

© 2019 -  Núcleo Cristal